Fóssil de Dinossauro é achado na região

O paleontólogo Willian Nava acredita que o  fóssil achado durante obras de duplicação da Rodovia Leonor Mendes de Barros (SP-333), entre Marília e Júlio Mesquita (SP), seja uma parte do fêmur de um Titanossauro. Fragmentos de um dinossauro dessa mesma espécie foram descobertos na mesma região entre os anos de 2009 e 2012.

 A nova descoberta interrompeu parcialmente por dois meses as obras de duplicação da rodovia – a paralisação ocorreu apenas no local do achado. O processo de extração do fóssil do talude onde ele foi achado foi finalizado no fim da tarde de segunda-feira (26).

De acordo com o paleontólogo, a descoberta reforça a idéia de que os dinossauros, especialmente do período Cretáceo, que foi o último da era desses animais gigantes, viveram na região centro-oeste paulista.

 “Esse fóssil é mais um testemunho da existência dos dinossauros na nossa região. Nós tivemos aqui próximo um esqueleto quase parcial de um Titanossauro e essa descoberta desse osso isolado, embora seja isolado, é uma confirmação de que de fato esses animais viveram na nossa região há 70 milhões de anos”, explica.

 Os titanossauros eram herbívoros, tinham o pescoço bastante alongado e eram quadrúpedes.

“Eles variavam de tamanho entre 9 e 10 metros até 20, 25 metros de comprimento e habitavam todo o hemisfério sul e particularmente na região de Marília e Presidente Prudente temos vários registros desse tipo de dinossauro, indicando que eles pastavam nessa região e viviam em manadas.”

O fóssil foi encontrado há cerca de dois meses a 20 metros da superfície e a poucos centímetros da lateral de um talude. A descoberta não foi divulgada antes para não atrair a presença de curiosos, que poderiam danificar o material.” Fonte:TVTEM (Alvani)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *