OBRA DE VACINAL FRANCISCO SALLA DEVEM INICIAR NO SEGUNDO SEMESTRE

Na última quarta-feira (05) o prefeito de Penápolis, Caique Rossi, esteve em São Paulo, no Palácio dos Bandeirantes, para participar do lançamento do programa “Novas Estradas Vicinais”. Entre outros municípios, a iniciativa do Governo do Estado beneficiará Penápolis, possibilitando a renovação da malha asfáltica da estrada vicinal Francisco Salla.

De acordo com o anúncio do Governo, serão investidos no município cerca de R$ 11 milhões para recuperar 17,2 quilômetros de estrada, interligando Penápolis e Glicério.

O anúncio da conquista já havia ocorrido no último mês de março, quando o prefeito foi informado da inclusão de Penápolis no pacote de obras que seriam custeadas pelo Estado.

Naquela oportunidade, a informação foi dada pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi. Porém, nesta semana, ocorreu o lançamento oficial do programa, já com o anúncio da contratação das duas primeiras fases, por parte do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), órgão da Secretaria Estadual de Logística e Transportes.

Conforme cronograma do Estado, as obras na cidade pertencem à segunda fase, que tem uma previsão de início para o segundo semestre do ano.

O prefeito Caique Rossi destacou que a estrada já se encontra há vários anos em uma situação crítica, oferecendo riscos diários aos motoristas.

“Esse recapeamento é aguardado com muita ansiedade pela população que se utiliza do trecho, especialmente os proprietários situados às margens da estrada”, disse.

“Também transitam por ali muitos trabalhadores, que se deslocam rotineiramente para vir à cidade. Por isso esse investimento é tão importante. Com as obras poderemos dar mais condições de segurança a todos”, acrescentou.

Ele ainda lembrou que está pleiteando junto ao Governo de Estado a liberação de recursos para investir também em outras estradas, como a do bairro Córrego Grande e a do Colégio Agrícola.

“As nossas estradas vicinais são essenciais para o escoamento da produção agrícola e movimentam a economia da região. Elas também são responsáveis por garantir o deslocamento da população ao nosso centro urbano, onde estão serviços importantes, como saúde, educação e comércio, entre outros”, concluiu o prefeito de Penápolis.

Fases

Em todo o Estado, a primeira fase do programa soma 66 vicinais (divididas em 53 lotes de obras) e 76 cidades, totalizando 745 quilômetros e R$ 577 milhões.

Já a segunda fase, são 73 estradas (divididos em 58 lotes) e 85 municípios, somando 818 quilômetros de recuperação e R$ 634,5 milhões em investimentos estimados.

Em 02 de março, o DER publicou no Diário Oficial o edital de concorrência pública para a primeira fase. No dia 20 do mesmo mês, foi a vez da segunda fase.

A documentação e as propostas de preço das fases 1 e 2 foram recebidas na sede do DER, em 20 e 22 de abril respectivamente. Neste momento, as propostas passam por análise minuciosa das equipes de licitação do órgão estadual.

Nas duas etapas, os municípios deverão realizar um convênio com o DER.

Secom – PMP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *